quinta-feira, 5 de setembro de 2013

Sistema imunológico 8º ano CEC

http://www.youtube.com/watch?v=rHk773irs_8

http://www.youtube.com/watch?v=7IbkMQffzTo



http://www.youtube.com/watch?v=KHFt_3j_rqU

http://www.youtube.com/watch?v=3OElzu-AWqA

http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=8VBwU1sdwvE

http://www.youtube.com/watch?v=LqOyqa6ukPE

http://www.butantan.gov.br/home/micro_cd_aula4.php

http://revistaescola.abril.com.br/fundamental-1/plano-de-aula-ciencias-sistema-imunologico-715447.shtml?page=all#videofluxosanguineo

Artigos de revistas sobre o sistema imunológico

http://saude.abril.com.br/edicoes/0286/medicina/conteudo_235964.shtml?pagin=1

http://saude.abril.com.br/especiais/zinco/sistema_imune.shtml

http://revistaescola.abril.com.br/ciencias/fundamentos/como-funcionam-vacinas-como-sao-produzidas-480252.shtml

http://revistaescola.abril.com.br/ensino-medio/mecanismos-defesa-doencas-autoimunes-618913.shtml

http://www.universidadedascriancas.org/perguntas/resposta.php?id=85

http://www.universidadedascriancas.org/perguntas/resposta.php?id=48

JOGOS

http://teca.cecierj.edu.br/popUpVisualizar.php?id=48060

http://www.hsw.uol.com.br/quiz.htm?q=1499


NÃO ESQUEÇA AS QUESTÕES DA AVALIAÇÃO SERÃO RETIRADAS DAS SUGESTÕES DOS TEXTOS, JOGOS, VÍDEOS ACIMA, BOM PROVEITO!!!!!

39 comentários:

  1. Este vídeo sobre:"O Sistema Imunológico A linha de defesa" é muito interessante agora sei que nem vemos e nem percebemos quando somos atingidos por alguma bactérias, parasitas e insetos...O nosso corpo nos defende quando estamos respirando, assim os pelinhos das narinas nos protegem;Nossas células tem varias formas de defesas;A pele é a primeira linha de defesa do nosso corpo;Não sabia que deveríamos ter cuidados com os nossos travesseiros, ursinhos de pelúcia, cobertores pois são neles que existem os ácaros...Muito Bom ter assistido este vídeo.
    Segundo vídeo:Com o espirro de pessoas que estão doentes podemos receber bactérias vivas que podem nos deixar doentes mais antes de tudo estas bactérias passam pelas nossas narinas onde tem pelos que são nossos defensores, este vídeo vem nos mostrando como o nosso corpo reage quando a algum vírus ou bactéria dentro dele...
    Melissa Catherine 8 ano 'ss'

    ResponderExcluir
  2. Ao entra em nosso organismo,o vírus se direciona às células para se multiplicarem.Mas existem pelos em nossas narinas que retém algumas bactérias e vírus.Se conseguirem passar,os glóbulos brancos logo detectam o intruso buscando destrui-los.Os restos celulares que são destruídos na batalha,são eliminados pelos macrófagos.Se o invasor persistir,os sintomas aparecerão e o indivíduo ficará doente.Felizmente,em algum lugar de nosso corpo,existe uma célula específica para o extermínio daquele vírus, e quando encontrada destrói o vírus facilmente.
    Alina Nietsche Pereira 8 S

    ResponderExcluir
  3. quando o vírus entra no nosso corpo passa por vários tipos de proteções no nosso corpo no nariz se encontram pelos nos quais alguns tipos de vírus ficam presos se passarem vai ser a vez dos macrófagos tentarem impedi-los se nao conseguirem o ser humano começa a sentir os sintomas mas no nosso corpo existe uma célula especifica para cada vírus e quando encontrada destrói o vírus
    Gabriel afonso 8s

    ResponderExcluir
  4. Mônica, adorei os videos, vi passo a passo de como o virus entra e toma os tecidos da faringe ocorrendo assim a inflamaçao da garganta.
    Aprendi tambem sobre os anticorpos q memorizao aquele tipo de virus para quando ele entrar denovo nosso corpo já ter a soluçao para o problema.
    Tem tambem o modo q é feito o "antidoto" para picada de cobras, aranhas e escorpiões...
    Eles enjetam o veneno em pequena quantidade no cavalo, quando ele produzir o anticorpo necessario para combater o veneno eles retiram o sangue e o mesmo é separado do plasma que faz a vacina para ambas as picadas

    ResponderExcluir
  5. A pesquisa sobre a FILARIOSE

    A Filariose (Philariasis) é uma doença tropical parasítica e infecciosa, de que é causada perto rosca-como sem-fins filarial do nemátodo na superfamília Filarioidea, igualmente conhecido como “filariae”. Há 9 nemátodo filarial conhecidos que usam seres humanos como o anfitrião definitivo. Estes são divididos em 3 grupos de acordo com a ameia dentro do corpo que ocupam: Filariose Linfática, Filariose Subcutâneo, e Filariose Soroso da Cavidade. A Filariose Linfática é causada pelos sem-fins de “bancrofti Wuchereria”, de “malayi Brugia”, e de “timori Brugia”. Estes sem-fins ocupam o sistema linfático, incluindo os nós de linfa, e em casos crônicos estes sem-fins conduzem à Elefantíase da doença. A Filariose Subcutâneo é causada do “pelo streptocerca Loa loa” (o sem-fim Africano do olho), do “Mansonella”, de “pelo volvulus Onchocerca”, e do “medinensis Dracunculus” (o sem-fim de Guiné). Estes sem-fins ocupam a camada subcutâneo da pele, a camada gorda. A Filariose Soroso da Cavidade é causada pelos sem-fins de “os perstans Mansonella” e de “o ozzardi Mansonella”, que ocupam a cavidade soroso do abdômen. Em todos os casos, os vectores transmissores são insectos de sugação de sangue (mosca ou mosquito) ou crustáceos do Copepod no caso do “do medinensis Dracunculus”.

    ResponderExcluir
  6. No nosso corpo existe um sistema imunológico, responsável por proteger germes e microrganismos.O sistema imunológico possui dois tipos de defesas gerais: defesa inata e específica. As defesas inatas do nosso corpo são: o ácido vaginal, a pele, o suco gástrico, a lágrima, a saliva, os pelos nasais, a tosse e o espirro. O processo de defesa específica funciona da seguinte maneira: o organismo humano reconhece o antígeno como não sendo próprio e ativa um sistema de defesa específica para destruí-lo.
    Quando os vírus invadem nossa corrente sanguínea tacam os linfócitos CD4 e matam-os. Mas macrófagos são atraídos até os vírus e fagocitam-os, depois passam as informações aos linfócitos CD4 ativados que repassam para os linfócitos B que ficam ativados. O linfócito CD8 também é informado e vai eliminar as células infectadas, enquanto isso, o línfócito B vai ao gânglio para produzir anticorpos e os levam para a corrente sanguínea. Os anticorpos específicos neutralizam os vírus que são eliminados pelos macrófagos.

    Hellen R. Arnizaut 8° ano S

    ResponderExcluir
  7. -PESQUISA SOBRE FILARIOSE
    A Filariose é uma doença parasitária crônica causada por vermes nematóides. O parasita responsável pela doença humana é o nematóide Wuchereria bancrofti, sendo vetor o mosquito Culex quiquefasciatus (pernilongo ou muriçoca). O parasita é transmitido de pessoa a pessoa por meio da picada do mosquito.
    Sintomas: podem aparecer fenômenos inflamatórios, entre eles inflamação dos vasos linfáticos e linfadenites, além de sintomas gerais, como febre, dor de cabeça, mal estar, entre outros. Mais tarde, por um período que pode levar meses ou anos, os pacientes podem apresentar inchaço de membros, e/ou mamas no caso das mulheres, e inchaço por retenção de líquido nos testículos no caso dos homens. Doenças infecciosas da pele são frequentes e presença de gordura na urina são outras possíveis manifestações. Pode ainda haver a evolução para formas graves e incapacitantes de elefantíase (aumento excessivo do tamanho de membros).
    O tratamento é feito com medicamentos, de acordo com as manifestações clínicas resultantes da infecção pelos vermes adultos e depende do tipo e grau de lesão que estes vermes provocaram e suas consequências clínicas.
    Hellen R. Arnizaut 8º S.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. O sistema imunológico ou sistema imune é de grande eficiência no combate a micro organismos invasores. Mas não é só isso, ele também é responsável pela “limpeza” do organismo, ou seja, a retirada de células mortas, a renovação de determinadas estruturas, rejeição de enxertos, e memória imunológica. Também é ativo contra células alteradas, que diariamente surgem no nosso corpo, como resultado de mitoses anormais. Essas células, se não forem destruídas, podem dar origem a tumores.

    A elefantíase é a filariose mais comum e é causada principalmente pelas espécies Wuchereria bancrofti e Brugia malayi. As larvas do parasita, denominadas microfilárias, são encontradas no sangue de indivíduos infectados e são ingeridas por animais que se alimentam de sangue (hematófagos). Depois de passar parte do ciclo vital dentro destes insetos, as microfilárias são transmitidas a pessoas sadias através de picadas durante uma nova ingestão de sangue. As microfilárias se alojam nos vasos linfáticos, sobretudo nos braços e pernas onde, depois de alguns meses, atingirão a maturidade sexual. Quando adultas, as filarias fêmeas podem viver entre 5 e 10 anos em seu hospedeiro e se reproduzem gerando milhares de larvas, as quais passam novamente à circulação sanguínea.

    Uma doença autoimune é uma condição que ocorre quando o sistema imunológico ataca e destrói tecidos saudáveis do corpo por engano. Existem mais de 80 tipos diferentes de doenças autoimunes. Normalmente, os leucócitos do sistema imunológico ajudam a proteger o corpo contra substâncias nocivas, chamadas de antígenos. Alguns exemplos de antígenos incluem bactérias, vírus, toxinas, células cancerígenas e sangue ou tecidos de outras pessoas ou espécies. O sistema imunológico produz anticorpos que destroem essas substâncias nocivas.

    ResponderExcluir
  10. A filaríase ou filariose é uma doença parasitária, considerada como doença tropical infecciosa, causada por nematóides filariais da superfamília Filarioidea, também conhecida como Filariae1 . A forma sintomática mais conhecida da doença é a filaríase linfática, popularmente chamada de elefantíase em referência do inchaço e engrossamento da pele e tecidos subjacentes, que foi a primeira, entre as enfermidades infecciosas transmitidas por insetos, a ser descoberta.Existem nove nematóides filariais conhecidos, que usam os humanos como hospedeiros definitivos. São divididos em três grupos de acordo com o nicho que ocupam dentro do corpo:
    filariose linfática
    filariose subcutânea
    filariose da cavidade serosa.
    A filariose linfática é causada pelos vermes Wuchereria bancrofti , Brugia malayi e Brugia timori. Essas filárias ocupam o sistema linfático, incluindo os gânglios linfáticos, causando linfedema e, em casos crônicos, levando à doença conhecida como elefantíase.
    A filariose subcutânea é causada por loa loa (a "larva do olho"), Mansonella streptocerca , Onchocerca volvulus e Dracunculus medinensis (o "verme da Guiné"). Esses vermes ocupam a camada subcutânea de gordura.
    A filariose da cavidade serosa é causada pelos vermes Mansonella perstans e Mansonella ozzardi , que ocupam a cavidade serosa do abdômen.
    Em todos os casos, os vetores de transmissão são insetos sugadores de sangue (moscas ou mosquitos), ou copépode crustáceos no caso do Dracunculus medinensis .
    Gabriel afonso 8s

    ResponderExcluir
  11. O virós entra no nosso corpo ex.(pelas narinas) e se não for detido pelos pelos nasais quando eles chegarão no sangue os ante corpos são liberados e são enviados para poder destruir o virós quando o virós é destruído vem os macrófagos e pegão informações do virós,quando o virós invadir novamente o organismo os macrófagos vão mandar logo os ante corpos para exterminar o virós. quando uma pessoa pega uma gripe novamente quer dizer que o virós não é igual. (Gabriel esteves cruz)

    ResponderExcluir
  12. a filariose mais comum e é causada principalmente pelas espécies Wuchereria bancrofti e Brugia malayi. As larvas do parasita, denominadas microfilárias, são encontradas no sangue de indivíduos infectados e são ingeridas por animais que se alimentam de sangue hematófagosss. Depois de passar parte do ciclo vital dentro destes insetos, as microfilárias são transmitidas a pessoas sadias através de picadas durante uma nova ingestão de sangue. A elefantíase é uma infecção que bloqueia os vasos linfáticos impedindo a circulação da linfa, provocando o inchaço e os outros sintomas descritos acima. Seu tratameto é feito com medicamentos que matam os parasitas presentes na corrente sanguínea. O sistema imunológico humano ou sistema imune, ou ainda imunitário consiste numa rede de células, tecidos e órgãos que atuam na defesa do organismo contra o ataque de invasores externos. Estes invasores podem ser microrganismos bactérias, fungos, protozoários ou vírus ou agentes nocivos, como substâncias tóxicas ex. veneno de animais peçonhentos. As substâncias estranhas ao corpo são genericamente chamadas de antígeno. Os antígenos são combatidos por substâncias produzidas pelo sistema imune, de natureza proteica, denominadas anticorpos, que reagem de forma específica com os antígenos.

    LAIS RODRIGUES 8° S

    ResponderExcluir
  13. O corpo humano desenvolveu suas próprias linhas de defesa,um exército microscópico de células com funções especiais,elas bloqueiam ataques,destroem invasores e reparam danos.A pele é nossa primeira linha de defesa,se for rompida seu corpo mobiliza tropas na hora para a defesa e a cura.o sangue contém vários defensores:plaquetas para tapar a ferida,glóbulos brancos para remover sujeiras e atacar bactérias.É na medula óssea,que são formadas as células defensoras de nosso corpo.Dentro de almofadas ficam os ácaros,que se alimentam de células mortas.Nosso corpo está cheio de bactérias e microrganismos,e alguns deles nos protegem de invasores nocivos.Quando doentes,podemos transmitir nosso vírus por meio de contato ou respiração.O sistema linfático possui células que podem atacar diretamente os inimigos ou acionar o sinal de alarme.As vacinas podem ser gotas ou injeções,elas estimulam nosso sistema imunológico a fabricar células que defendam nosso corpo contra algumas doenças.Quando os linfócitos atacam um específico invasor,o memorizam e se encontrado novamente,os agentes já tem o mecanismo de defesa.Em alguns lugares existem postos de produção contra venenos de animais peçonhentos.Os cavalos produzem os anticorpos de todos os tipos de soros.Esse processo funciona assim:o veneno é injetado no animal em pequena quantidade e depois uma quantidade considerável de sangue é retirada do animal para a separação dos anticorpos e produção do soro.O soro é utilizado no tratamento de algumas doenças e neutralização de toxinas,enquanto a vacina é utilizada para profilaxia.

    ResponderExcluir
  14. Pesquisas:
    Autoimune- é a falha em uma divisão funcional do sistema imunológico chamada de autotolerância,que resulta em respostas imunes contra as células e tecidos do próprio organismo.
    Elefantiase ou Filariose- é causada pelos parasitas nematódes Wuchereria bancrofti,Brugia malayi e Brugia timori, que se alojam nos vasos linfáticos causando linfedema.

    ResponderExcluir
  15. Assistindo os videos, lendo os artigos, e jogando os jogos eu pude compreender que os vírus, bactérias e micro-organismos estão presentes em toda parte. Um simples ato de pegar em um corrimão de uma escada e coçar o nariz, ou limpar a boca, pode nós deixar doentes.
    Aprendi sobre as defesas inatas, como por exemplo a pele que é um importante órgão para o sistema imunológico, porque é a barreira que previne a entrada de micro-organismo e substancias no interior do organismo. outra devesa inata são as lagrimas e a saliva contém um antibiótico natural, que dificulta a entrada de bactérias no nosso corpo. Entre as defesas inatas também estão os pelos nasais, o suco gástrico, o ácido vaginal,o espirro e a tosse.
    Aprendi que o sistema imunológico serve para proteger o nosso corpo do ataque de bactérias, micro-organismos ou vírus que entram em nosso corpo.
    Descobrir que a vacina é diferente do soro.
    Enquanto a vacina é feita para a prevenção de doenças, e feita a partir de bactérias inativas, toxinas inativas e vírus atenuasdos, o soro é feito para o tratamento e cura de por exemplo picada de cobras e de escorpiões, e o soro é feito de imunoglobulinas e anticorpos.
    Descobrir que o maior centro produtor de imunológicos da America Latina é o Bio Manguinho, e ele foi criado em 1976, para o desenvolvimento e produção de vacinas.
    Descobrir também que os cavalos são utilizados para a produção de plasma, que é necessária na vacina, porque é um animal barato, com uma alta produção. E ele é universal, só não são encontrados no Polo Sul e no Polo Norte.

    - Juana Luiza Borborema Antunes.
    8º ano "S".

    ResponderExcluir
  16. PESQUISA:

    * DOENÇAS AUTOIMUNES:
    Uma doença autoimune é uma condição que ocorre quando o sistema imunológico ataca e destrói tecidos saudáveis do corpo por engano. Existem mais de 80 tipos diferentes de doenças autoimunes. Uma doença autoimune pode causar a destruição de um ou mais tipos de tecidos do corpo,o crescimento anormal de um órgão, e alterações na função de um órgão. Diabetes mellitus tipo 1,Lúpus eritematoso sistêmico, e artrite Reumatóide são exemplos de doenças auto imunes.

    * ELEFANTIASE OU FILARIOSE:

    A filariose mais comum e é causada principalmente pelas espécies Wuchereria bancrofti e Brugia malayi. As larvas do parasita, são encontradas no sangue de indivíduos infectados e são ingeridas por animais que se alimentam de sangue. Depois de passar parte do ciclo vital dentro destes insetos, as microfilárias são transmitidas para pessoas sadias através de picadas. As microfilárias se alojam nos vasos linfáticos, sobretudo nos braços e pernas onde, depois de alguns meses, atingirão a maturidade sexual. Quando adultas, as filarias fêmeas podem viver entre 5 e 10 anos em seu hospedeiro e se reproduzem gerando milhares de larvas, as quais passam novamente à circulação sanguinea. o tratamento é a aplicação de dietilcarbamazina ou a cirurgia.

    - Juana Luiza Borborema Antunes.
    8º ano "S".

    ResponderExcluir
  17. O espirro é cheio de partículas que contém os vírus e bactérias. Os vírus serão produzidos e irão infectar as células. Nosso corpo possuem as células Killer (assasinas) que destroem os vírus, porém a proporção é de duas células Killer para trilhões de vírus.
    O sistema imunológico destrói as células e como mecanismo de defesa, o corpo passa a sentir dor para que o indivíduo não s esforce o mecanismo de defesa induz o corpo a sentir frio (febre) para diminuir a clonagem do vírus e consequentemente outras células aumentam, até o cabelo e as unhas crescem mais rápido. As células dendriticas reconhecem o vírus e se agarram as células T que se dividem e removem as células infectáveis. As células D vão produz proteínas que são anticorpos que esterminam os vírus. leva-se uma semana para as células destruírem os vírus e o corpo ficar imune porque irá ativar as células de memória

    Laura Polete Mizobutsi 8 ano”s”

    ResponderExcluir
  18. Com todos esses jogos, vídeos, e textos, eu aprendi muito sobre o sistema imunológico, e como funciona as defesas do nosso corpo, e facilmente podemos trazer bactérias para dentro de nós, vi que temos as defesas físicas e químicas. E como funciona cada uma delas. O que eu achei mais interessante foram as vacinas, como são feitas e como elas agem dentro do nosso corpo, elas são feitas com a própria bactéria inativa. Com essa matéria eu pude entender mais como funciona a defesa do nosso corpo e que é importante termos bastante cuidado, pois um simples ato pode trazer bactérias para dentro de nós

    ResponderExcluir
  19. PESQUISA:
    DOENÇAS DE ALTA IMUNE

    Autoimunidade é a falha em uma divisão funcional do sistema imunológico chamada de autotolerância, que resulta em respostas imunes contra as células e tecidos do próprio organismo. As doenças auto-imunes são um tipo de desordem imunológica e sua característica reside no fato da diminuição da tolerância aos componentes do próprio organismo, devido a uma alteração no processo de diferenciação de antígenos externos (vírus e bactérias,) e os do próprio organismo de um indivíduo. Esta doença atinge aproximadamente 3-5% da população do mundo e tem origem na delicada relação entre fatores externos (ambientais) e fatores intrínsecos do organismo, como predisposição genética, alterações nos níveis hormonais e, baixo controle imuno-regulatório.
    Sabe-se que existem um pouco mais do que 30 doenças auto-imunes, sendo que cada uma possui sintomas específicos e atacando órgãos distintos, segue alguns exemplos:
    •Diabetes mellitus tipo 1; Lúpus eritematoso sistêmico; Artrite Reumatóide; Esclerose Múltipla; Vitiligo; Psoríase; Doença Celíaca; Hepatite auto-imune;
    O motivo do surgimento das doenças auto-imunes, seria devido ao aumento da higiene, o que resulta em redução da aquisição de infecções. Embora não se sabe ao certo como funciona o desencadeamento deste tipo de doença, sabe-se que são necessários três requisitos básicos para que ela apareça:
    •Predisposição genética para a doença
    •O problema deve ser desencadeado por um fator ambiental
    •Desequilíbrio das células do sistema imunológico
    O tratamento destas doenças baseia-se na inibição do sistema imunológico através da administração de medicamentos imunossupressoras (por exemplo, corticóides).

    FILARIOSE:
    Filaríose também conhecida como elefantíase é uma doença infecciosa, causada por um parasita de nome científico Wuchereria bancrofti. O parasita bloqueia os vasos linfáticos afetando a circulação do indivíduo. O membro infectado fica extremamente inchado, as pernas, por exemplo, quando são afetadas são comparadas com as patas de um elefante.

    Laura Polete 8 ano "s"

    ResponderExcluir
  20. O corpo reage diariamente aos ataques de bactérias, vírus e outros micróbios, por meio do sistema imunológico. Muito complexa, essa barreira é composta por milhões de células de diferentes tipos e com diferentes funções, responsáveis por garantir a defesa do organismo e por manter o corpo funcionando livre de doenças.O sistema imunológico contem duas defesas q é a inata como por exemplos a pele,os pelos nasais,o espirro, a lágrima dentre outros.As bactérias penetram no nosso corpo através da respiração.Os pelos nasais ajudam a combater o vírus e logo depois os macrófagos q também ajudam acionando linfócitos q produzem anticorpos para deter microrganismos e eliminam células infectadas.
    José Inácio 8º ano S.

    ResponderExcluir
  21. Nestes jogos, videos e artigos pude perceber como são feitos as vacinas contra bichos peçonhosos e outras bactérias.
    Também pude perceber como o nosso sistema imunológico reage contras os vírus das doenças, e os exterminado, e também pude perceber como uma vacina atua, ela injeta na pessoa um vírus morto ou enfraquecido, e o nosso sistema imunológico vai combater esse vírus, criando células de memoria, assim quando esse vírus entra no nosso corpo ele vai ser facilmente erradicado.

    Doença auto-imunes:

    As doenças auto-imunes são um tipo de desordem imunológica e sua característica reside no fato da diminuição da tolerância aos componentes do próprio organismo, devido a uma alteração no processo de diferenciação de antígenos externos (vírus e bactérias, por exemplo) e os do próprio organismo de um indivíduo. Esta doença atinge aproximadamente 3-5% da população do mundo e tem origem na delicada relação entre fatores externos (ambientais) e fatores intrínsecos do organismo, como predisposição genética, alterações nos níveis hormonais e, baixo controle imuno-regulatório.
    Pesquisas relatam que as doenças auto-imunes aumentaram nos últimos 40 anos, sendo que em nível mundial, médicos e também pesquisadores presumem que ela ataque de 15 a 20% da população. Talvez essa maior constatação seja devido ao fato do aprimoramento das técnicas de diagnóstico laboratoriais.

    Sabe-se que existem um pouco mais do que 30 doenças auto-imunes, sendo que cada uma possui sintomas específicos e atacando órgãos distintos.

    Existem hipóteses sobre o motivo do surgimento das doenças auto-imunes, uma delas seria devido ao aumento da higiene, o que resulta em redução da aquisição de infecções. Mas há controvérsias de que seriam exatamente as infecções que afetariam o funcionamento do sistema imunológico. Embora não se sabe ao certo como funciona o desencadeamento deste tipo de doença.

    O diagnóstico das doenças auto-imunes é feito através do quadro clínico que o paciente apresenta e através de exames laboratoriais de sangue, onde são pesquisados auto-anticorpos

    Lorenzo Sartori 8ºs

    ResponderExcluir
  22. *DOENÇAS AUTOIMUNES:
    Doença auto-imune é a situação médica na qual se desenvolve uma doença a partir de uma agressão do organismo contra elementos constitutivos normais, através de anticorpos. Uma proteína normal do corpo, por exemplo, é reconhecida como estranha. Contra ela o sistema imune desencadeia uma inflamação, buscando eliminá-la.
    São doenças que surgem quando a resposta imunitária é efetuada contra alvos existentes no próprio indivíduo. Respostas auto-imunitárias são frequentes, porém transitórias e reguladas, a auto-imunidade como causadora de doença não é frequente.
    *ELEFANTIASE OU FILARIOSE:
    A elefantíase (filariose linfática) é a filariose mais comum e é causada principalmente pelas espécies Wuchereria bancrofti e Brugia malayi. As larvas do parasita, denominadas microfilárias, são encontradas no sangue de indivíduos infectados e são ingeridas por animais que se alimentam de sangue.
    José Inácio 8ºano S.

    ResponderExcluir
  23. As doenças auto-imunes (DAI) são um grupo de mais de 100 doenças relacionadas entre si, que envolvem qualquer órgão ou sistema do nosso organismo. Inclui doenças que atingem simultaneamente ou sequencialmente esses orgãos ou sistemas e outras dirigidas especificamente contra alguns deles, como sejam o sistema nervoso, os aparelhos digestivo e respiratório, pele, sangue, olhos, articulações e glândulas endócrinas, entre outros exemplos. O problema é o mesmo em todas as doenças auto-imunes : o sistema imunitário fica desorientado, atacando o próprio corpo e os órgãos que deveria proteger.


    ResponderExcluir
  24. Gostei muito dos videos pois a partir deles pude aprender muitas como: a diferença ente soro e vacina ,como o nosso corpo reage como somos picados por alguns animais,não sabia que o estado com MAIOR índice de picada de animais peçonhentos era MINAS GERAIS.

    Pesquisa
    DOENÇAS DE ALTA IMUNE

    Autoimunidade é a falha em uma divisão funcional do sistema imunológico chamada de autotolerância, que resulta em respostas imunes contra as células e tecidos do próprio organismo. As doenças auto-imunes são um tipo de desordem imunológica e sua característica reside no fato da diminuição da tolerância aos componentes do próprio organismo, devido a uma alteração no processo de diferenciação de antígenos externos (vírus e bactérias,) e os do próprio organismo de um indivíduo. Esta doença atinge aproximadamente 3-5% da população do mundo e tem origem na delicada relação entre fatores externos (ambientais) e fatores intrínsecos do organismo, como predisposição genética, alterações nos níveis hormonais e, baixo controle imuno-regulatório.
    Sabe-se que existem um pouco mais do que 30 doenças auto-imunes, sendo que cada uma possui sintomas específicos e atacando órgãos distintos, segue alguns exemplos:
    •Diabetes mellitus tipo 1; Lúpus eritematoso sistêmico; Artrite Reumatóide; Esclerose Múltipla; Vitiligo; Psoríase; Doença Celíaca; Hepatite auto-imune;
    O motivo do surgimento das doenças auto-imunes, seria devido ao aumento da higiene, o que resulta em redução da aquisição de infecções. Embora não se sabe ao certo como funciona o desencadeamento deste tipo de doença, sabe-se que são necessários três requisitos básicos para que ela apareça:
    •Predisposição genética para a doença
    •O problema deve ser desencadeado por um fator ambiental
    •Desequilíbrio das células do sistema imunológico
    O tratamento destas doenças baseia-se na inibição do sistema imunológico através da administração de medicamentos imunossupressoras (por exemplo, corticóides).

    FILARIOSE:
    Filaríose também conhecida como elefantíase é uma doença infecciosa, causada por um parasita de nome científico Wuchereria bancrofti. O parasita bloqueia os vasos linfáticos afetando a circulação do indivíduo. O membro infectado fica extremamente inchado, as pernas, por exemplo, quando são afetadas são comparadas com as patas de um elefante.
    Nathália Brandão 8°ano S

    ResponderExcluir
  25. Gostei muito dos videos pois a partir deles pude aprender muitas como: a diferença ente soro e vacina ,como o nosso corpo reage como somos picados por alguns animais,não sabia que o estado com MAIOR índice de picada de animais peçonhentos era MINAS GERAIS.

    Pesquisa
    DOENÇAS DE ALTA IMUNE

    Autoimunidade é a falha em uma divisão funcional do sistema imunológico chamada de autotolerância, que resulta em respostas imunes contra as células e tecidos do próprio organismo. As doenças auto-imunes são um tipo de desordem imunológica e sua característica reside no fato da diminuição da tolerância aos componentes do próprio organismo, devido a uma alteração no processo de diferenciação de antígenos externos (vírus e bactérias,) e os do próprio organismo de um indivíduo. Esta doença atinge aproximadamente 3-5% da população do mundo e tem origem na delicada relação entre fatores externos (ambientais) e fatores intrínsecos do organismo, como predisposição genética, alterações nos níveis hormonais e, baixo controle imuno-regulatório.
    Sabe-se que existem um pouco mais do que 30 doenças auto-imunes, sendo que cada uma possui sintomas específicos e atacando órgãos distintos, segue alguns exemplos:
    •Diabetes mellitus tipo 1; Lúpus eritematoso sistêmico; Artrite Reumatóide; Esclerose Múltipla; Vitiligo; Psoríase; Doença Celíaca; Hepatite auto-imune;
    O motivo do surgimento das doenças auto-imunes, seria devido ao aumento da higiene, o que resulta em redução da aquisição de infecções. Embora não se sabe ao certo como funciona o desencadeamento deste tipo de doença, sabe-se que são necessários três requisitos básicos para que ela apareça:
    •Predisposição genética para a doença
    •O problema deve ser desencadeado por um fator ambiental
    •Desequilíbrio das células do sistema imunológico
    O tratamento destas doenças baseia-se na inibição do sistema imunológico através da administração de medicamentos imunossupressoras (por exemplo, corticóides).

    FILARIOSE:
    Filaríose também conhecida como elefantíase é uma doença infecciosa, causada por um parasita de nome científico Wuchereria bancrofti. O parasita bloqueia os vasos linfáticos afetando a circulação do indivíduo. O membro infectado fica extremamente inchado, as pernas, por exemplo, quando são afetadas são comparadas com as patas de um elefante.
    Nathália Brandão 8°ano S

    ResponderExcluir
  26. Gostei muito dos videos pois a partir deles pude aprender muitas como: a diferença ente soro e vacina ,como o nosso corpo reage como somos picados por alguns animais,não sabia que o estado com MAIOR índice de picada de animais peçonhentos era MINAS GERAIS.

    Pesquisa
    DOENÇAS DE ALTA IMUNE

    Autoimunidade é a falha em uma divisão funcional do sistema imunológico chamada de autotolerância, que resulta em respostas imunes contra as células e tecidos do próprio organismo. As doenças auto-imunes são um tipo de desordem imunológica e sua característica reside no fato da diminuição da tolerância aos componentes do próprio organismo, devido a uma alteração no processo de diferenciação de antígenos externos (vírus e bactérias,) e os do próprio organismo de um indivíduo. Esta doença atinge aproximadamente 3-5% da população do mundo e tem origem na delicada relação entre fatores externos (ambientais) e fatores intrínsecos do organismo, como predisposição genética, alterações nos níveis hormonais e, baixo controle imuno-regulatório.
    Sabe-se que existem um pouco mais do que 30 doenças auto-imunes, sendo que cada uma possui sintomas específicos e atacando órgãos distintos, segue alguns exemplos:
    •Diabetes mellitus tipo 1; Lúpus eritematoso sistêmico; Artrite Reumatóide; Esclerose Múltipla; Vitiligo; Psoríase; Doença Celíaca; Hepatite auto-imune;
    O motivo do surgimento das doenças auto-imunes, seria devido ao aumento da higiene, o que resulta em redução da aquisição de infecções. Embora não se sabe ao certo como funciona o desencadeamento deste tipo de doença, sabe-se que são necessários três requisitos básicos para que ela apareça:
    •Predisposição genética para a doença
    •O problema deve ser desencadeado por um fator ambiental
    •Desequilíbrio das células do sistema imunológico
    O tratamento destas doenças baseia-se na inibição do sistema imunológico através da administração de medicamentos imunossupressoras (por exemplo, corticóides).

    FILARIOSE:
    Filaríose também conhecida como elefantíase é uma doença infecciosa, causada por um parasita de nome científico Wuchereria bancrofti. O parasita bloqueia os vasos linfáticos afetando a circulação do indivíduo. O membro infectado fica extremamente inchado, as pernas, por exemplo, quando são afetadas são comparadas com as patas de um elefante.
    Nathália Brandão 8°ano S

    ResponderExcluir
  27. Adorei os vídeos, jogos e artigos. Aprendi demais com eles e agora tenho ate medo de respirar e inalar algum vírus ou bacteria. Aprendi sobre as defesas do corpo: pele, a primeira. Suvo gástrico, acidez vaginal, tosse e espirro, pelos nasais, lagrima e saliva. Essas sao as primeiras defesas do corpo, mas elas podem não conseguir impedir o virus/bacteria. Aí acontece o processo de defesa específica, que é capaz se gerar memoria sobre aquele virus e ficar cada vez mais forte. Ha tambem a parte que a parede fica porosa e o globulo branco entra englobando o virus/bacteria e o explodindo. A primeira vacina do mosso corpo é o leite materno.

    ResponderExcluir
  28. Após assistir os videos e ouvir as explicações pude aprofundar os meus estudos sobre o Sistema Imunológico. No espirro que uma pessoa da estão presente varias bactéria s e vírus da gripe. Quando o vírus da gripe passa pelo nosso sistema imunológico ele se estala em alguma célula para se multiplicar. Quando a gente fica com febre é o nosso corpo lutando para que esses vírus pare de se multiplicar. Dentre minhões de células existem as células KILLER que são as únicas que podem destruir esse vírus por completo.
    O sistema imunológico pode ser comparado a um batalhão de bravos soldados. Seus milhões de células vivem em pé de guerra para defender o organismo custe o que custar, nem que para isso elas tenham que morrer em combate.Além dos glóbulos brancos que engolem vírus, bactérias e fungos, assim os destruindo.
    Renata Meira 8ºano "S"

    ResponderExcluir
  29. Joao Vitor Guimaraes22 de setembro de 2013 22:52

    ELEFANTIASE OU FILARIOSE:
    A elefantíase (filariose linfática) é a filariose mais comum e é causada principalmente pelas espécies Wuchereria bancrofti e Brugia malayi. As larvas do parasita, denominadas microfilárias, são encontradas no sangue de indivíduos infectados e são ingeridas por animais que se alimentam de sangue.

    DOENÇAS DE ALTA IMUNE
    Autoimunidade é a falha em uma divisão funcional do sistema imunológico chamada de autotolerância, que resulta em respostas imunes contra as células e tecidos do próprio organismo. As doenças auto-imunes são um tipo de desordem imunológica e sua característica reside no fato da diminuição da tolerância aos componentes do próprio organismo, devido a uma alteração no processo de diferenciação de antígenos externos (vírus e bactérias,) e os do próprio organismo de um indivíduo. Esta doença atinge aproximadamente 3-5% da população do mundo e tem origem na delicada relação entre fatores externos (ambientais) e fatores intrínsecos do organismo, como predisposição genética, alterações nos níveis hormonais e, baixo controle imuno-regulatório.
    Sabe-se que existem um pouco mais do que 30 doenças auto-imunes, sendo que cada uma possui sintomas específicos e atacando órgãos distintos, segue alguns exemplos:
    •Diabetes mellitus tipo 1; Lúpus eritematoso sistêmico; Artrite Reumatóide; Esclerose Múltipla; Vitiligo; Psoríase; Doença Celíaca; Hepatite auto-imune;
    O motivo do surgimento das doenças auto-imunes, seria devido ao aumento da higiene, o que resulta em redução da aquisição de infecções. Embora não se sabe ao certo como funciona o desencadeamento deste tipo de doença, sabe-se que são necessários três requisitos básicos para que ela apareça:
    •Predisposição genética para a doença
    •O problema deve ser desencadeado por um fator ambiental
    •Desequilíbrio das células do sistema imunológico
    O tratamento destas doenças baseia-se na inibição do sistema imunológico através da administração de medicamentos imunossupressoras (por exemplo, corticóides).
    O Mônica, pe legal os videos,deles vi a diferença ente vacina e soro ,como que o corpo reage como somos vitimas por alguns animais, Minas é o lugar que mais tem picada de animal.

    ResponderExcluir
  30. Muito interessante os vídeos e reportagens. Deu para aprender muita coisa com eles. Não conhecemos os perigos do DIA-DIA que atacam nosso corpo, logo o sistema que protege nosso corpo entra em acao: 1ªPROTEÇÃO PELE E MUCO
    Eles são as primeira barreiras que o virus/bacteria tentam passar. Quando passam, são identificadas e neutralizadas pelo processo de fagocitose. São muitos os tipos de glóbulos brancos.
    Temos que tomar cuidado com o alimento que consumimos, e como faze-los tomando os devidos cuidados.
    Pesquisa: Doenças Auto-imunes

    Uma doença autoimune é uma condição que ocorre quando o sistema imunológico ataca e destrói tecidos saudáveis do corpo por engano. Existem mais de 80 tipos diferentes de doenças autoimunes.
    Algumas doenças auto-imunes:
    Tireóide
    Psoríase
    Diabetes mellitus tipo 1
    Tratamento:
    Para cada uma das doenças autoimunes existem fatores predisponentes, cuidados e tratamentos específicos.

    Elefantíase:
    é uma doença infecciosa, causada por um parasita de nome científico Wuchereria bancrofti. O parasita bloqueia os vasos linfáticos afetando a circulação do indivíduo. O membro infectado fica extremamente inchado, as pernas, por exemplo, quando são afetadas são comparadas com as patas de um elefante.
    Daniel Ferraz 8° S

    ResponderExcluir
  31. PESQUISA
    DOENÇAS AUTOIMUNES:
    Uma doença autoimune é uma condição que ocorre quando o sistema imunológico ataca e destrói tecidos saudáveis do corpo sem querer.
    Os Leocócitos que ajuda o nosso corpo a se contra substâncias nocivas, chamadas de antígenos,como por exemplos de antígenos incluem bactérias, vírus, toxinas,assim o sistema imunológico não consegue mais distinguir entre os tecidos saudáveis do corpo e os antígenos. O resultado é sistema imunológico destruir os tecidos normais do corpo. Uma doença autoimune pode causar:
    • Destruição de um ou mais tipos de tecidos do corpo
    • Crescimento anormal de um órgão
    • Alterações na função de um órgão
    Uma doença autoimune pode afetar um ou mais órgãos ou tipos de tecido. Os órgãos ou tecidos normalmente afetados pelas doenças autoimunes são:
    •Vasos sanguíneos
    •Tecidos conjuntivos
    •Glândulas endócrinas, como a tireoide e o pâncreas
    •Articulações
    •Músculos
    •Glóbulos vermelhos
    •Pele
    Dentre elas possui o Lúpus.
    LÚPUS:
    O lúpus eritematoso sistêmico (LES) é uma doença autoimune a longo prazo que pode afetar a pele, as articulações, os rins, o cérebro e outros órgãos.
    Essa enfermidade crônica, de natureza auto-imune e inflamatória, que atinge várias regiões do organismo humano, principalmente a epiderme, as juntas, o sistema sanguíneo e os rins.
    O lúpus é muito mais comum em mulheres do que em homens. Pode ocorrer em qualquer idade, mas aparece mais frequentemente em pessoas entre 10 e 50 anos. Assim podendo até mesmo levar a morte.
    Renata Meira 8º ano 'S'

    ResponderExcluir
  32. o sistema imunológico trabalha defendendo nosso organismo de invasores,nosso corpo tem defesas inatas que são a pele,o muco,o acido vaginal,pelos.nosso organismo é cheio de anticorpos que combatem um vírus maligno.dentro do corpo acontece vários meios para matar esses vírus e nosso dia a dia ficar mais saudável.

    Elefantíase


    A elefantíase (filariose linfática) é a filariose mais comum e é causada principalmente pelas espécies Wuchereria bancrofti e Brugia malayi. As larvas do parasita, denominadas microfilárias, são encontradas no sangue de indivíduos infectados e são ingeridas por animais que se alimentam de sangue .O hospedeiro e se reproduzem gerando milhares de larvas, as quais passam novamente à circulação sanguínea. As consequências são inchaços nas pernas,crescimento do saco escrotal,no pênis,na mama,no braço ou na vulva.

    Doenças Auto-imunes


    As doenças auto-imunes são um tipo de desordem imunológica e diminuição da tolerância aos componentes do próprio organismo, que ocorre com a alteração do processo de diferenciação de antígenos.
    Algumas são:
    Diabetes mellitus tipo 1;
    Lúpus eritematoso sistêmico;
    Artrite Reumatóide;
    Doença de Crohn;
    Esclerose Múltipla;

    ResponderExcluir
  33. Monica gostei muito dos videos e dos jogos que voce passou. Com tudo isso pude entender melhor o que sistema imunologico. E também entende que quando um cavalo e picado por uma cobra cascavel o soro que ele deve tomar tem que ser de cascavel.
    PESQUISA:
    O QUE É FILARIOSE?
    É uma doença parasitaria cronica causada por vermes nematóides as filarias. Sendo o vetor o mosquito culex quiquefasciatus ( pernilogos ou muriçoca).
    CAUSAS:
    O ser humano e a fonte primaria de infecçao, o parasita é transmitido de pessoa a pessoa por meio da picada do mosquito culex quiquefasciatus (pernilongo).
    SINTOMAS DE FILARIOSE:
    Na fase aguda podem aparecer fenomenos inflamatorios, entre eles inflamaçao dos vasos tinfaticos e linfadenite, alem de sintomas gerais como febre, dor de cabeça,mal esta, entre outros. Mais tarde os pacientes podem apresentar inchaço de menbros ou mamas no caso das mulheres e também nos testiculos no caso dos homens.
    TRATAMENTO DE FILARIOSE:
    O tratamento é feito com medicamentos, de acordo com as manifestaçoes clinicas resultantes da infecçao pelos vermes adultos e depende do tipo de grau de lesao que estes vermes provocam e suas consequencias clinicas.
    PREVENÇAO:
    Evitar a exposiçao prolongada aos mosquitos da especie culex quiquefasciatus nos locais onde ainda ocorre a transmissao.

    GUIILHERME MATHEUS 8 ANO SS

    ResponderExcluir
  34. Gostei muito dos videos ,pois aprendi mais sobre o sistema imunologico e as defesas de nosso corpo.Aprendi também que a primeira defesa do nosso corpo é a pele. O que é Filariose?
    Doença parasitária crônica causada por vermes nematóides (as filárias).

    Qual o micro-organismo envolvido?

    O parasita responsável pela doença humana é o nematóide Wuchereria bancrofti, sendo vetor o mosquito Culex quiquefasciatus (pernilongo ou muriçoca).

    Causas
    Transmissão

    O ser humano é a fonte primária de infecção; o parasita é transmitido de pessoa a pessoa por meio da picada do mosquito Culex quinquefasciatus (pernilongo).

    ResponderExcluir
  35. Achei muito bom o vídeo, são muito interessantes e os jogos também são muito instrutivos. Interessante mesmo foi conhecer como são fabricadas as vacinas contra picadas de cobras. e aqui está a pesquisa:

    O que é Filariose?
    Doença parasitária crônica causada por vermes nematóides (as filárias).

    Transmissão
    O ser humano é a fonte primária de infecção; o parasita é transmitido de pessoa a pessoa por meio da picada do mosquito Culex quinquefasciatus (pernilongo).

    Sintomas de Filariose
    Na fase aguda podem aparecer fenômenos inflamatórios, entre eles inflamação dos vasos linfáticos e linfadenites, além de sintomas gerais, como febre, dor de cabeça, mal estar, entre outros. Mais tarde, por um período que pode levar meses ou anos, os pacientes podem apresentar inchaço de membros, e/ou mamas no caso das mulheres, e inchaço por retenção de líquido nos testículos no caso dos homens. Doenças infecciosas da pele são frequentes e presença de gordura na urina são outras possíveis manifestações. Pode ainda haver a evolução para formas graves e incapacitantes de elefantíase (aumento excessivo do tamanho de membros).

    Tratamento de Filariose
    O tratamento é feito com medicamentos, de acordo com as manifestações clínicas resultantes da infecção pelos vermes adultos e depende do tipo e grau de lesão que estes vermes provocaram e suas consequências clínicas.

    O que é Doença auto-imune?
    Uma doença autoimune é uma condição que ocorre quando o sistema imunológico ataca e destrói tecidos saudáveis do corpo por engano. Existem mais de 80 tipos diferentes de doenças autoimunes.

    Causas
    Normalmente, os leucócitos do sistema imunológico ajudam a proteger o corpo contra substâncias nocivas, chamadas de antígenos. Alguns exemplos de antígenos incluem bactérias, vírus, toxinas, célulascancerígenas e sangue ou tecidos de outras pessoas ou espécies. O sistema imunológico produz anticorpos que destroem essas substâncias nocivas.
    Nos pacientes com doença autoimune, o sistema imunológico não consegue distinguir entre os tecidos saudáveis do corpo e os antígenos. O resultado é uma resposta imunológica que destrói os tecidos normais do corpo. Essa resposta é uma reação de hipersensibilidade similar à resposta no caso de doenças alérgicas.
    Nas alergias, o sistema imunológico reage a substâncias externas que ele normalmente ignoraria. Nas doenças autoimunes, o sistema imunológico reage aos tecidos normais do corpo que ele normalmente ignoraria.

    A causa dessa incapacidade de distinguir entre os tecidos saudáveis do corpo e os antígenos é desconhecida. Uma das teorias afirma que alguns micro-organismos (como as bactérias ou vírus) ou medicamentos podem desencadear essas mudanças, principalmente nas pessoas que têm genes que aumentam suas chances de ter doenças autoimunes.

    Uma doença autoimune pode causar:
    . Destruição de um ou mais tipos de tecidos do corpo
    . Crescimento anormal de um órgão
    . Alterações na função de um órgão
    Samuel Felipe Martins Costa 8ºss

    ResponderExcluir
  36. Larissa Lacerda Caires Lima29 de setembro de 2013 15:11

    Mônica, com os videos e jogos pude aprender mais sobre o sistema imunológico, como a diferença do soro e da vacina, qual a cobra que mais gera "aflitos" na população, e que em Minas Gerais é o Estado que mais tem casos de Picadas de cobras, escorpiões e etc..
    A pesquisa:
    O que é uma Doença Auto Imune?
    As doenças auto-imunes são um tipo de desordem imunológica e sua característica reside no fato da diminuição da tolerância aos componentes do próprio organismo, devido a uma alteração no processo de diferenciação de antígenos externos (vírus e bactérias, por exemplo) e os do próprio organismo de um indivíduo. Esta doença atinge aproximadamente 3-5% da população do mundo e tem origem na delicada relação entre fatores externos (ambientais) e fatores intrínsecos do organismo, como predisposição genética, alterações nos níveis hormonais e, baixo controle imune-regulatório.
    Pesquisas relatam que as doenças auto-imunes aumentaram nos últimos 40 anos, sendo que em nível mundial, médicos e também pesquisadores presumem que ela ataque de 15 a 20% da população. Talvez essa maior constatação seja devido ao fato do aprimoramento das técnicas de diagnóstico laboratoriais.
    fonte : www.infoescola.com

    O que é Filariose?
    Doença parasitária crônica causada por vermes nematóides (as filárias).

    Qual o micro-organismo envolvido?

    O parasita responsável pela doença humana é o nematóide Wuchereria bancrofti, sendo vetor o mosquito Culex quiquefasciatus (pernilongo ou muriçoca).

    Causas
    Transmissão

    O ser humano é a fonte primária de infecção; o parasita é transmitido de pessoa a pessoa por meio da picada do mosquito Culex quinquefasciatus (pernilongo).
    Sintomas de Filariose
    Na fase aguda podem aparecer fenômenos inflamatórios, entre eles inflamação dos vasos linfáticos e linfadenites, além de sintomas gerais, como febre, dor de cabeça, mal estar, entre outros. Mais tarde, por um período que pode levar meses ou anos, os pacientes podem apresentar inchaço de membros, e/ou mamas no caso das mulheres, e inchaço por retenção de líquido nos testículos no caso dos homens. Doenças infecciosas da pele são frequentes e presença de gordura na urina são outras possíveis manifestações. Pode ainda haver a evolução para formas graves e incapacitantes de elefantíase (aumento excessivo do tamanho de membros).
    Tratamento de Filariose
    O tratamento é feito com medicamentos, de acordo com as manifestações clínicas resultantes da infecção pelos vermes adultos e depende do tipo e grau de lesão que estes vermes provocaram e suas consequências clínicas.

    Prevenção
    Evitar a exposição prolongada aos mosquitos da espécie Culex quinquefasciatus nos locais onde ainda ocorre a transmissão. No Brasil, estes locais estão restritos a bairros periféricos dos municípios de Recife, Olinda, Jaboatão e Paulista, todos da Região Metropolitana de Recife.

    fonte : www.minhavida.com.br

    ResponderExcluir
  37. Os vídeos e jogos a cima fizeram-me entender melhor sobre a diferença entre o soro e vacina, que um previne e o outro cura.
    O soro:
    - cura
    - tratamento
    - imunoglobulina
    - anticorpos
    A vacina:
    - vírus atenuado
    - bactérias inativada
    - toxina inativada
    - prevenção
    - profilaxia
    Uma parte dos vídeos que achei muito interessante, é quando diz que aqui no Brasil tem dois grandes laboratórios de produção de vacina um deles se chama Bio Manguinhos, o mesmo produz quase oitenta por cento das vacinas necessárias.
    As vacinas são substâncias capazes de imunizar o organismo, contra doenças infecciosas causadas por bactérias ou vírus.
    enfim, para que possamos evitar doenças é sempre bom alimentarmos bem.

    Pesquisa:

    O que é Filariose?

    A Filariose é uma doença parasitária crônica causada por vermes nematóides (as filárias). O parasita responsável pela doença humana é o nematóide Wuchereria bancrofti, sendo vetor o mosquito Culex quiquefasciatus (pernilongo ou muriçoca).
    Na fase aguda podem aparecer fenômenos inflamatórios, entre eles inflamação dos vasos linfáticos e linfadenites, além de sintomas gerais, como febre, dor de cabeça, mal estar, entre outros. Mais tarde, por um período que pode levar meses ou anos, os pacientes podem apresentar inchaço de membros, e/ou mamas no caso das mulheres, e inchaço por retenção de líquido nos testículos no caso dos homens. Doenças infecciosas da pele são frequentes e presença de gordura na urina são outras possíveis manifestações. Pode ainda haver a evolução para formas graves e incapacitantes de elefantíase (aumento excessivo do tamanho de membros).O tratamento é feito com medicamentos, de acordo com as manifestações clínicas resultantes da infecção pelos vermes adultos e depende do tipo e grau de lesão que estes vermes provocaram e suas consequências clínicas.Evitar a exposição prolongada aos mosquitos da espécie Culex quinquefasciatus nos locais onde ainda ocorre a transmissão. No Brasil, estes locais estão restritos a bairros periféricos dos municípios de Recife, Olinda, Jaboatão e Paulista, todos da Região Metropolitana de Recife.

    Thalita Nôah 8 ss

    ResponderExcluir
  38. Monica eu gostei bastantedos videos, aprendi bastante, como:
    Como fazer e para que serve a vacina;
    Nossa, amei o video da invasão do vírus no sangue, muito criativo;
    Sobre os desoros;
    Também o vírus da gripe;
    Etc.
    Me favoreceu bastante.
    Sarah 8 ss

    ResponderExcluir
  39. Aqui está a pesquisa:
    DOENÇAS AUTO-IMUNES:
    As doenças auto-imunes são um tipo de desordem imunológica e sua característica reside no fato da diminuição da tolerância aos componentes do próprio organismo, devido a uma alteração no processo de diferenciação de antígenos externos (vírus e bactérias, por exemplo) e os do próprio organismo de um indivíduo. Esta doença atinge aproximadamente 3-5% da população do mundo e tem origem na delicada relação entre fatores externos (ambientais) e fatores intrínsecos do organismo, como predisposição genética, alterações nos níveis hormonais e, baixo controle imuno-regulatório.
    Pesquisas relatam que as doenças auto-imunes aumentaram nos últimos 40 anos, sendo que em nível mundial, médicos e também pesquisadores presumem que ela ataque de 15 a 20% da população. Talvez essa maior constatação seja devido ao fato do aprimoramento das técnicas de diagnóstico laboratoriais.
    O QUE É FILARIOSE:
    Doença parasitária crônica causada por vermes nematóides (as filárias).

    QUAL O MICRO-ORGANISMO ENVOLVIDO:
    O parasita responsável pela doença humana é o nematóide Wuchereria bancrofti, sendo vetor o mosquito Culex
    quiquefasciatus (pernilongo ou muriçoca).

    CAUSAS:
    Transmissão

    O ser humano é a fonte primária de infecção; o parasita é transmitido de pessoa a pessoa por meio da picada do mosquito Culex quinquefasciatus (pernilongo).

    SINTOMAS:
    Na fase aguda podem aparecer fenômenos inflamatórios, entre eles inflamação dos vasos linfáticos e linfadenites, além de sintomas gerais, como febre, dor de cabeça, mal estar, entre outros. Mais tarde, por um período que pode levar meses ou anos, os pacientes podem apresentar inchaço de membros, e/ou mamas no caso das mulheres, e inchaço por retenção de líquido nos testículos no caso dos homens. Doenças infecciosas da pele são frequentes e presença de gordura na urina são outras possíveis manifestações. Pode ainda haver a evolução para formas graves e incapacitantes de elefantíase (aumento excessivo do tamanho de membros).

    TRATAMENTO:
    O tratamento é feito com medicamentos, de acordo com as manifestações clínicas resultantes da infecção pelos vermes adultos e depende do tipo e grau de lesão que estes vermes provocaram e suas consequências clínicas.

    PREVENÇÃO:
    Evitar a exposição prolongada aos mosquitos da espécie Culex quinquefasciatus nos locais onde ainda ocorre a transmissão. No Brasil, estes locais estão restritos a bairros periféricos dos municípios de Recife, Olinda, Jaboatão e Paulista, todos da Região Metropolitana de Recife.

    www.minhavida.com.br / www.infoescola.com

    Sarah, 8°ano ss

    ResponderExcluir

Favor comentários com o objetivo das atividades propostas